Escolha uma Página
Participação da Escola de Engenharia no "UFF nas Praças" e demais atividades

As Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) vêm enfrentando um momento bastante delicado, no qual corre-se o sério risco de vermos ignoradas a importância e a excelência do que produzimos, em termos de ensino, pesquisa, extensão e inovação.

Nós, da Escola de Engenharia da UFF, não devemos permitir que isso aconteça e, mais do que nunca, precisamos estar unidos em torno de uma agenda positiva de manifestações, que seja expositiva e esclarecedora para a sociedade, e para a nossa própria comunidade interna.

Neste contexto, estamos sugerindo o seguinte conjunto de ações:

1) Apresentação/ exposição de projetos em espaços públicos, previamente autorizados pela Prefeitura de Niterói. Como exemplo, temos o evento institucional “UFF nas praças”, a se realizar nos seguintes dias e locais:

· Dia 22 de maio, quarta-feira, Praça Araribóia;
· Dia 25 de maio, sábado, Campo de São Bento.

Para participação neste evento, os interessados devem se manifestar por meio do preenchimento e envio de formulário próprio disponível aqui.

2) Estamos buscando um espaço com a Prefeitura de Niterói, para fazermos uma atividade da Escola de Engenharia.

3) Divulgação de vídeos, relatando nossas atividades nas mídias sociais, podendo ser usado o “Meu Projeto “(já criado pelo Prof. Marcio Cataldi/TER), como sugestão.

Neste caso, basta que o interessado faça o vídeo e o coloque nesta pasta do Google Drive, mandando uma pequena descrição para o Professor Cataldi (mcataldi@id.uff.br).

4) Divulgação de notas do tipo “Você sabia que…. É por isto que defendo a UFF…”, nas mídias sociais.

5) Exposição de artigos publicados por meio de banners ou outras formas nos corredores próximos aos seus laboratórios e/ou salas.

Demais ações que visem a apresentar para a comunidade nossas realizações serão muito bem-vindas!

Destacamos ainda que alunos, por meio de seus respectivos diretórios acadêmicos, vêm trazendo sugestões em consonância com esta agenda positiva, dentre elas a realização de mutirões de limpeza de nossos jardins, demonstrando preocupação também com a saúde de nossa comunidade.

Não é fácil se tornar um professor universitário, e mais difícil ainda, é se manter em constante produção científica, sem deixar a sala de aula e as atividades administrativas, que todos nós, ao longo de nossa vida docente na Universidade, temos que cumprir!

Por isso, não podemos nos omitir, pois estaremos aceitando esse desmerecimento ao nosso trabalho, que é fruto de uma vida inteira de muita dedicação e esforço.

Márcio Cataldi
Consultor de Extensão da Escola de Engenharia

Fabiana Rodrigues Leta
Diretora da Escola de Engenharia